Página Inicial
    Diretoria Executiva
    Palavra do Presidente
    História da Aplacana
    Quadro de Funcionários
    Plano de Saúde Empresarial
    Tabela de Taxas 2014/2015
    Unidades de Fornecimento
    Agendamento de Serviços
    Mais Páginas
    Notícias
    Links Úteis
    Fale Conosco
    Contatos
 
    Administrativo
    Agrícola
    Assistência Social
    Fiscalização
    Jurídico
 
    Relação de Associados
    Como Associar-se
    Por que Associar-se ?
    Artigos Técnicos
    Relatórios

Notícias:


15/05/2018 14:52:00 - Atualizado em 15/05/2018 15:02:00 -

APLACANA implanta projeto inédito na região

Programa de Auxílio Mútuo vai integrar produtores de cana no combate a incêndios indiscriminados

A Associação dos Plantadores de Cana da Região de Monte Aprazível está implantando, em parceria com os próprios fornecedores, o Plano de Auxílio Mútuo (PAM) de combate a incêndios nos canaviais.

O plano consiste na formação de equipes combate a incêndios com auxílio dos próprios associados. De acordo com o supervisor agrícola da APLACANA, João Aoki, boa parte dos associados possui em sua propriedade um tanque pequeno de no mínimo dois mil litros d´água, que podem fazer a diferença quando incêndios acontecem.

O programa constitui ainda na criação de mecanismos de combate do fogo indiscriminado e a contenção de incêndios, principalmente durante os períodos mais secos do ano (entre maio e outubro).

 A queima da palha da cana-de-açúcar é proibida e risco de canaviais serem incendiamos neste período de tempo seco é grande.

As medidas incluem comunicação permanente e treinamento de pessoal especializado em combater incêndios.

Ainda de acordo com Aoki, durante todo o ano, os técnicos da associação orientam os fornecedores a prevenir incêndios.

 “Criamos um cadastro de fornecedores que têm estrutura para auxiliar nos primeiros combates. Caminhões pipa e tanques, pequenos e grandes já ajudam. O cadastro terá nome, telefone que estiver mais perto do local do incêndio, que dará o primeiro combate até que outros caminhões cheguem”, destaca João.

Serão 26 caminhões pipa, 59 tratores com tanque d’água, 9 máquinas niveladoras, 16 pás carregadeiras,  204 bombas costais e 29 ancinhos (inlerador de palha),  além de centenas de motoristas, tratoristas e auxiliares de serviço que irão cobrir uma área de 33 mil hectares de cana-de-açúcar.

A APLACANA também criará um grupo de WhatsApp para facilitar a troca de informações entre os integrantes do PAM.

De acordo com Idio José de Lima, Sargento da Polícia Ambiental de Rio Preto, a iniciativa da  associação é inovadora na região.

“Nas 185 cidades do Batalhão da Polícia Ambiental de Rio Preto, vemos usinas, isoladas ou juntas, que implantaram seu PAM e algumas associações fazendo parte delas. A APLACANA está inovando criando, com a ajuda dos fornecedores, seu próprio PAM e isso é muito positivo”, destacou Sargento.

Ele salienta ainda a legislação ambiental prevê que proprietários que se unam num plano de auxílio mutuo em prol ao meio ambiente, fato positivo perante a corporação.

“Quando vemos entidades e fornecedores se unindo para preservar o meio ambiente,  vemos com bons olhos. Tudo é positivo para o meio ambiente e para nós da policia ambiental com órgão fiscalizador. Não queremos aplicar multa. É interessante para a Polícia Ambiental que os proprietários estejam conscientes de seu papel de prevenir. Queremos orientar a preservar e não autuar”, disse o Sargento Idio.

Áreas dos canaviais próximas às estradas, carreadores, reservas legais e APPs (áreas de preservação permanentes) devem ser mantidas limpas e sem vegetação. O local deve estar com os aceiros (limpeza dos carreadores e estradas) em dia. Próximo aos carreadores e estradas, nas APPs e áreas de reserva legal os aceiros devem ser no mínimo seis metros. Ressalta-se que no caso de árvores, a distância deve ser considerada a partir do final da copa e não do tronco.

Além do PAM, a Associação apresentou para a Polícia Ambiental o Plano de Prevenção de Incêndios. Segundo Júlio César Moreira, Gestor Agrícola da APLACANA, este plano prevê ações como criação de brigadas de incêndio e o próprio PAM.

“Nossos técnicos farão ações constantes de conscientização dos proprietários em manter suas terras em ordem para se evitar fogo indiscriminado, entre outras ações. Veículos identificados estarão visitando constantemente os canaviais dos fornecedores, com a intenção de reduzir os incêndios de origem desconhecida”, destaca Júlio.

 

 







APLACANA.COM.BR - ASSOCIAÇÃO DOS PLANTADORES DE CANA DA REGIÃO DE MONTE APRAZÍVEL
Avenida Santos Dumont, nº. 555, Jd Bom Jesus – Monte Aprazível-SP - Telefone: (17) 3275-9670 - FAX: (17) 3275-1230
PortalSQL v1.0 Locado por: © 2000 produtoraferreira.com.br - Todos os direitos reservados.